JEJUM - CIENTISTAS E A RENOVAÇÃO DO SISTEMA IMUNOLÓGICO


Cientistas descobrem tratamento que renova completamente o sistema imunológico em 72 horas

Uma das coisas mais importantes para uma boa saúde é ter um sistema imunológico forte.

Dessa forma, seu corpo luta e vence ameaças como vírus e bactérias, impedindo o surgimento de doenças.

Mas, com o estilo de vida moderno pouco saudável e o consumo gigantesco de alimentos industrializados, o nosso sistema imunológico se torna cada vez mais fraco ao longo do tempo.

Um grupo de cientistas da Universidade do Sul da Califórnia (USC), Estados Unidos, realizou um estudo sobre como melhorar e restaurar o nosso sistema imunológico e descobriu que a solução é o jejum.

Os pesquisadores descobriram que um jejum bem orientado não só vai fazer você perder alguns quilos, mas também fortalecerá seu sistema imunológico e vai melhorar sua saúde em geral.


Para tanto, bastam apenas de 4 a 8 dias de jejum por ano.

Em um jejum prolongado o corpo se alimenta de tudo que não presta dentro do próprio corpo, incluindo câncer, miasmas, entupimentos de artérias etc. para sobreviver. Os cientistas apresentaram casos que pessoas com Alzheimer que caíram em aviões e ficaram em alguns casos 21 dias comendo praticamente nada; quando o resgate chegava a pessoa sempre tinha curado e apresentava uma saúde melhor do que tinha. O mesmo ocorreu com várias pessoas com câncer e outras doenças graves.

Vamos detalhar o que os cientistas descobriram.

Seguinte, um jejum de 2-4 dias de cada vez, a cada seis meses, faz com que as células-tronco despertem e comecem a se regenerar.

A pesquisa também mostrou que o jejum destruir células danificadas e faz com que novas células nasçam. Você terá um sistema imunológico completamente renovado.

E, depois que o jejum termina, seu corpo começa a gerar novas células sanguíneas, fazendo com que os nutrientes comecem a fluir novamente.

"Se você estiver com o sistema imunológico severamente fragilizado por fatores como quimioterapia ou envelhecimento, os ciclos de jejum podem literalmente criar um novo sistema imunológico", disse o professor de ciências biológicas Valter Longo.

"Nós não sabíamos que o jejum prolongado tem o notável efeito de promover a regeneração do sistema do sistema hematopoiético baseado em células-tronco", declarou o cientista.

"Quando você se priva de alimentos, o sistema tenta economizar energia, e uma das coisas que você pode fazer para economizar energia é reciclar muitas células do sistema imunológico que não são necessários, especialmente aquelas que podem estar danificadas", disse o professor Longo. 

"O que eu comecei a notar no trabalho com animais e seres humanos é que os glóbulos brancos diminuem com o jejum prolongado. Então, quando você volta a se alimentar, as células do sangue retornam";

E o principal: elas retornam completamente renovadas, com muito mais vigor.

A professora assistente do Norris Comprehensive Cancer Center and Hospital, da mesma universidade, Tanya Dorff, coautora da pesquisa, declarou sobre a descoberta: "A quimioterapia salva vidas, mas também causa danos colaterais significativos para o sistema imunológico. Os resultados deste estudo sugerem que o jejum pode aliviar alguns efeitos negativos da quimioterapia".

O que os cientistas descobriram a medicina natural já sabe há muito tempo.

Vários terapeutas naturalistas prescrevem o jejum como um recurso de cura.

Mas você nunca deve fazer jejum sem a orientação de um profissional.

A preparação para esse procedimento tem que ser bem-feita.

Assim como a saída de um jejum.

Se deseja se aprofundar mais sobre o assunto, pesquise, leia bastante.

Um bom livro, para iniciar o estudo, é "Jejum Curativo", de Mário Sanchez.


Fonte da matéria: USC News

Visite o nosso canal do >> Youtube sementedeaguai  <<
  

Cadastre-se para receber o e-book e conhecer tudo da Semente de Aguai e não ser enganado(a)